Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra

Aos 49 Anos Coletividade de Ceiroco Apresenta Projetos

A Sociedade Recreativa e Progresso Ceiroquense, fundada em 26 de Fevereiro de 1967, completou 49 anos de atividade em prol da aldeia de Ceiroco e das suas gentes, sendo aquela uma das localidades mais antigas da freguesia de Fajão-Vidual e da região da Serra do Açor.

Esta efeméride foi este ano mais uma vez comemorada com um dia de convívio entre os ceiroquenses, familiares e amigos que estiveram presentes, no passado dia 17 de Abril, na Quinta “O Cordeiro”, em Vale de Milhaços, onde foi servido um excelente almoço para quase uma centena de pessoas.

 Na mesa de honra esteve a presidir António Dias Almeida, na qualidade de presidente da direção, ladeado por José Antunes João, também da direção, por Carlos Simões, vice-presidente da Casa Concelho de Pampilhosa da Serra e diretor do jornal Serras da Pampilhosa, por António Lopes Machado diretor do jornal A Comarca de Arganil, Eugénio Pereira representando o grupo organizador da iniciativa “Ceiroco ComVida”, e Pedro Moreira, Isaura Fernandes, António Manuel Fernandes e Fernando Moreira pela Liga de Fajão.

Várias coletividades estiveram representadas, associando-se assim ao ato festivo, designadamente, as congéneres de Camba, Covanca, Fajão, Ponte de Fajão, Castanheira da Serra, Porto da Balsa, Gralhas e Vale Derradeiro.

O espaçoso salão estava decorado com símbolos, painéis e cores alusivas à coletividade, incluindo um espaço destinado às crianças, o que constituiu iniciativa inédita e elogiada pelos convidados presentes.

Terminada a refeição cuja qualidade mereceu aprovação e agrado de todos, foi o momento de o presidente da direção dirigir algumas palavras aos presentes, começando por agradecer a presença de todos, especialmente aos convidados, às coletividades congéneres ali representadas, aos elementos diretivos e ao serviço do restaurante. Apresentou os cumprimentos do Prof. Doutor Manuel Damásio, presidente da assembleia geral, que ali não pode estar presente. Mostrou-se feliz pela boa adesão aquele almoço de convívio, e pela presença de muitos que ali estavam pela primeira vez e também o apoio e solidariedade das coletividades congéneres.

Em nome do grupo “Ceiroco ComVida”, Elsa Pereira apresentou afável cumprimento a todos os presentes, em especial aos convidados e coletividades amigas, apresentando as Festas de Verão de Ceiroco, que terão lugar nos dias 13, 14 e 15 de Agosto, apelando e convidando para estarem presentes, proferindo ainda palavras de incentivo ao intercâmbio de atividades entre as aldeias durante o verão.

Na sequência da oradora anterior Eugénio Pereira, cumprimentou a imprensa regional enaltecendo o seu papel como elo de ligação das gentes da serra. Referiu-se aos projetos para o futuro em Ceiroco, designadamente a intenção de criar trilhos para ligação entre as aldeias vizinhas, ligação a Fajão e para as antigas Minas do Sernalhoso. É intenção da coletividade criar um espaço de lazer no Sernalhoso para a realização de piqueniques e outros eventos, assim como estabelecer a ligação da Vala de Ceiroco a Fajão. Uma ligação por estrada desde Ceiroco até à Barragem junto à aldeia é também uma aspiração da coletividade, tendo já havido contactos profícuos com a autarquia nesse sentido. A terminar disse que tentam fazer o melhor possível e deveria ser feito um esforço das aldeias da região para não fazer coincidir as festas e outras atividades em Agosto, de modo a participarem todos em todas, reforçando o intercâmbio.

Seguidamente foi dada a palavra aos representantes de coletividades congéneres, começando por intervir Luís Barata pela Camba, seguindo-se Maria do Céu Brito por Castanheira da Serra, Lourdes Maia por Porto da Balsa, Marco Luís por Covanca e Arménio Ramos por Ponte de Fajão, que deixaram mensagens de parabéns e de apoio às iniciativas da coletividade ceiroquense.

Com mensagem semelhante Rute Cruz por Gralhas destacou a presença de juventude como algo muito positivo e promissor para o futuro. Anunciou a festa da aldeia de Gralhas para os dias 12, 13 e 14 de agosto. Terminou divulgando o 11º Encontro Convívio de Coletividades Fajaenses e Amigas, para o dia 12 de junho, em Fajão. Evento também lembrado por Sérgio Trindade de Vale Derradeiro, que apelou para a presença de todos, estando já abertas as inscrições para os autocarros que sairão de Lisboa nesse dia. Terminou sublinhando as felicitações à aniversariante de Ceiroco e com os parabéns ao seu pai que ali estava também como aniversariante.

Pela Liga pró-melhoramentos da Freguesia de Fajão, usou da palavra o seu presidente da direção, Pedro Moreira, que agradeceu o convite e destacou a obra da coletividade ao longo dos 49 anos de existência. Considerou importante aquele convívio para a juntar as pessoas e as coletividades, sendo uma boa manifestação de regionalismo. Terminou anunciando a realização de uma homenagem das coletividades da freguesia de Fajão-Vidual, ao presidente da assembleia-geral da Liga de Fajão, Carlos Simões, a realizar dia 29 de maio, na Quinta valenciana, em Fernão Ferro.

No seguimento das palavras de Pedro Moreira, Isaura Fernandes reforçou as felicitações e os parabéns, declarando-se como oriunda de Ceiroco de onde era o seu avô. Para além de voltar a apelar à presença nos eventos regionalistas anunciados, divulgou o almoço dos benfiquistas fajaenses, para dia 10 de agosto, em Fajão.

Marco Almeida usou da palavra para sublinhar a ideia que o intercâmbio entre coletividades é cada vez mais importante para o sucesso das suas atividades. Apontou o exemplo daquele momento em que estavam mais de 90 pessoas na sala, sendo Ceiroco uma aldeia pequena. Também no aspeto de desenvolvimento local, as aldeias já vão tendo razoáveis condições de vida, graças as coletividades e também ao intercâmbio entre elas. Terminou dando os parabéns à coletividade e teceu elogiosas considerações acerca do presidente da direção António Almeida, pela sua entrega ao regionalismo, estando sempre presente em todas as lutas, mesmo prejudicando a sua vida pessoal em prol do semelhante.

Pela Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra usou da palavra Carlos Simões, que cumprimentou os presentes e as coletividades suas filiadas ali representadas, e deu os parabéns à S.R.P. Ceiroquense pelo seu aniversário, a quem agradeceu o convite. Salientou a presença da juventude na sala, considerando um bom sinal para o futuro. Aludiu à participação de jovens nas iniciativas da Casa e na sua estrutura etnográfica, designadamente no Rancho Folclórico, grupo de concertinas e grupo de bombos. Anunciou a realização do Torneio de Futsal Intercoletividades, e apelou á participação no almoço de comemoração dos 75 anos da Casa concelhia e os 17 anos do jornal Serras. As comemorações terão lugar no dia 1 de junho, pelas 19:30 horas, na sede, com uma Sessão Solene e Porto de Honra, e no dia 5 de junho com um jogo de futebol entre a Casa do Concelho e o Grupo Desportivo Pampilhosense, no estádio do C.F. Amora, pelas 10:00 horas, seguindo-se pelas 12:30 horas, um grande almoço de convívio na Quinta Valenciana, em Fernão Ferro. Terminou com mensagem na qualidade de diretor do Serras da Pampilhosa, deixando as páginas do jornal ao dispor das coletividades presentes para divulgarem as suas atividades.

De seguida foi momento de poesia com a ceiroquense Maria da Conceição Pereira a declamar um poema da sua autoria, seguindo-se o tradicional leilão pela voz de José Antunes João, tendo sido bastante concorrido, somando no final preciosa quantia para financiar melhoramentos em Ceiroco.

A tarde foi agradável e divertida, animado pela concertina de Arménio Gonçalves e muita música, terminando com o bolo de aniversário e um brinde de espumante para todos, com votos de mais um ano de êxitos.

Carlos Simões

Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra todos os direitos reservados

webmaster

Top Desktop version

Este Website usa Cookies ..... Ver Politica e Privacidade