Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra

PONTE DE FAJÃO FESTEJOU OS 70 ANOS DA SUA COMISSÃO

 

No dia 4 de fevereiro de 2018, o salão da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra encheu-se de gente para assinalar a comemoração do 70º aniversário da Comissão de Melhoramentos de Ponte de Fajão.

Tal como vem sendo habitual nos eventos desta coletividade, os pontefajaenses marcam presença em grande número. Conterrâneos, familiares e amigos daquela que será provavelmente das aldeias mais belas da bacia do rio Ceira, estiveram em festa com o seu tradicional almoço de aniversário, recordando em torno da mesma mesa a fundação que ocorreu em 25 de abril de 1948.

 

Com ingredientes de excelente qualidade, o já famoso Cozido à Portuguesa estava uma delícia e o ambiente era simpático e acolhedor. Na mesa de honra estava a presidir Arménio Ramos, vice-presidente da assembleia geral. A ladear esteve José Antão, vice-presidente da Casa Concelhia e Carlos Simões diretor do jornal Serras da Pampilhosa e representante de A Comarca de Arganil, Tiago Morais como presidente da direção da coletividade anfitriã e o vice-presidente José Joaquim Morais, os associados António Batista e José Gonçalves Gama, Isaura Fernandes e Fernando Moreira pela Liga de Fajão, e Ema Guerra e Fernanda Adrião pela junta de freguesia de S. Vicente.

Várias coletividades congéneres se associaram à festa pontefajaense, estando representadas as aldeias de Camba, Gralhas, Covanca, Castanheira da Serra, Fajão, Vale Derradeiro, Cavaleiros, Soeirinho e Porto da Balsa.

Após o excelente almoço, selado com a deliciosa Tigelada à moda do Alto Ceira, o vice-presidente Arménio Ramos, cumprimentou todos os presentes e anunciou que estavam na sala 136 pessoas, sendo para ele um grande prazer receber tantos amigos, ficando a coletividade muito grata. Deu de seguida a palavra ao jovem Tiago Morais, que na qualidade de presidente da direção sublinhou os cumprimentos e agradecimentos pela presença de tão elevado número de pessoas e representações de coletividades, enaltecendo a importância de estarem unidos naquele tipo de eventos, constituindo um incentivo para quem está na direção. Teceu rasgados elogios ao pessoal voluntário que colaborou na cozinha e no serviço de sala, saudados ao vivo com uma grande salva de palmas. Lembrou e agradeceu igualmente o esforço de todos os que colaboraram na aldeia para fazer face à fúria do fogo e aos danos provocados pelos incêndios de Outubro e apelou para a participação numa excursão a realizar à aldeia no dia 25 de março de 2018, no Dia Mundial da Árvore, para cada um ir plantar a sua e assim apoiar na reflorestação da região. Solicitou aos proprietários que concedam autorização para que no seu terreno se possam fazer essas plantações.

De seguida foram agraciados com medalha comemorativa os associados que completaram 50 e 25 anos de associativismo na coletividade. Com 25 anos foram os associados: Maria Arlete Pereira Machado; Manuel Almeida Esteves Pires; Luís Miguel Gonçalves Almeida; Mário de Almeida Ramos; Fernanda Morgado Almeida Ramos; Nuno Ricardo Morgado Ramos; e Filipe Alexandre Morgado Ramos. Com salva alusiva aos 50 anos foi chamada a associada Maria Helena Cruz dos Santos.

Conforme é habitual nestas ocasiões, várias coletividades e personalidades proferiram algumas palavras, tendo sido unanimes em dar os parabéns e destacar os 70 anos de luta pela aldeia e pela região. Tivemos oportunidade de ouvir Sandra Gonçalves pela congénere de Covanca, Sérgio Trindade por Vale Derradeiro, José João pela Camba, Herminio Alexandre por Soeirinho, Lourdes Maia por Porto da Balsa e Maria do Céu Brito pela Castanheira da Serra.

Em representação da junta de freguesia de S. Vicente, usou da palavra Ema Guerra, que além de parabenizar a coletividade da Ponte, também aludiu à importância das coletividades no apoio social às populações, em especial num período grave em que as populações das aldeias foram afetadas devido aos fogos, considerando que esses valores devem passar para os mais jovens. Agradeceu o convite à junta e também ao Grupo de Cantares de Stª Engrácia que ali iria atual de seguida.

Pela Liga Pró-melhoramentos da Freguesia de Fajão, Isaura Fernandes cumprimentou os membros da mesa e apresentou os cumprimentos do diretor de A Comarca de Arganil, António Lopes Machado, que estava doente pedindo palmas. Deu os parabéns a todos os pontefajaenses pelo aniversário e pelo facto de terem aderido àquele almoço tantos conterrâneos, amigos e coletividades, considerando ser um bom incentivo à continuidade do regionalismo. Disse que, por ser a mais antiga regionalista na sala, sabe bem dar valor ao trabalho dos dirigentes regionalistas, afirmando que “nada se faz sem trabalho”, pedindo “aplausos para a direção na pessoa do jovem e ativo presidente Tiago Morais e todo o pessoal que confecionou e serviu”. A terminar Isaura Fernandes sublinhou o anúncio de Sérgio Trindade, informando que este ano de 2018 se vai realizar o 13º Encontro Convívio de Coletividades Regionalistas Fajaenses e Amigas que, ao que tudo indica, se vai realizar na aldeia de Vale Derradeiro, no dia 10 de Junho.

José Antão, vice-presidente da Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra e diretor do Rancho Folclórico da casa, saudou os presentes e apresentou os cumprimentos do presidente José Ferreira e votos de parabéns da instituição. Agradeceu a escolha das instalações para a realização daquele importante evento, mostrando-se muito agradado por ver a sala completamente cheia Felicitou igualmente o presidente Tiago Morais pela coragem na sua juventude desejando sucessos. Disponibilizou o Rancho Folclórico da casa para participar nas atividades das coletividades.

Em nome da Comissão de Festas de Ponte de Fajão, usou da palavra Rita Alves que divulgou a iniciativa a realizar no dia 25 de março de 2018, com a realização de uma excursão de Lisboa à Ponte de Fajão, evento intitulado “Dia da Árvore – Venha Plantar a Sua”. Informou que a partida será pelas 7:00 horas em Sete Rios (sob o viaduto) e regresso às 17:00 horas. Disse que cada participante vai plantar a sua árvore para pintar de verde a aldeia. Apelou para se inscreverem e ajudarem a reflorestar aquela bela aldeia.

A terminar, o vice-presidente da assembleia geral Arménio Ramos apresentou os cumprimentos do presidente Albino Fiúza e agradeceu mais uma vez ao pessoal que tornou possível aquele belo almoço e, em nome da coletividade, agradeceu os parabéns e as palavras de incentivo que acabava de ouvir.

Foi o próprio Arménio Ramos teve a cargo o leilão que se seguiu, com boas e diversificadas ofertas, tendo uma apreciável soma final, preciosa para financiar os melhoramentos e obras de recuperação na aldeia e as iniciativas da coletividade.

A festa continuou pela tarde com a agradável atuação do Grupo de Cantares de Santa Engrácia e terminou com todos a cantar os parabéns, apagar as velas e comer um delicioso bolo de aniversário oferecido por Rui Batista Gonçalves, da Pastelaria Cabreira. Foi pelos presentes manifestado que se tratou de uma grande jornada de convívio entre pontefajaenses e amigos, que mais uma vez estão de parabéns.

Carlos Simões

Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra todos os direitos reservados

webmaster

Top Desktop version

Este Website usa Cookies ..... Ver Politica e Privacidade