Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra

CONSTRUÇÃO DA CASA DE CONVIVIO DE MALHADAS DA SERRA ANUNCIADA EM ASSEMBLEIA

 

A Comissão de Melhoramentos de Malhadas da Serra (CMMS) é a coletividade mais antiga da freguesia de Pessegueiro e das mais antigas do concelho.

Tendo sido fundada a 1 de julho de 1934, foi há quase 84 anos que em boa hora um arrojado e nobre grupo de malhadenses se lançaram nesta nobre missão, dos quais resta com saudade a memória. As suas fotos estão orgulhosamente expostas na sua Casa de Convívio, com destaque numa placa para o associado fundador com o nº 1 – Júlio Marques, assim como uma rua com seu nome.

 

Para a direção, lembrar os antepassados e a história da coletividade é de grande importância para a aldeia mas, muito importante também é continuar sua obra, que com honra e sacrifício iniciaram, para criar melhores condições para as suas gentes, que estejam onde estiverem se sintam por tal honrados. As direções anteriores, assim como a atual liderado por Victor Alves e seus colaboradores, continuam trilhando o caminho traçado pelos seus fundadores.

A atividade mais recente foi dia 10 de Fevereiro do corrente, coma realização da assembleia geral da coletividade, tendo esta uma característica especial - além da presença de todos os corpos sociais, estiveram presentes todas, ou quase todas, as pessoas da aldeia, não só para saber dos resultados obtidos pela direção do ano anterior, mas para saberem também a data do inicio das obras de construção da nova casa de convívio.

A novidade foi dada pela direção, sendo anunciado o início da construção para dois dias depois, a 12 de Fevereiro, sendo na realidade um sonho já antigo, visto a atual casa de convívio ser de pequenas dimensões para as necessidades atuais.

Para a direção não será fácil devido aos elevados custos, mas com vontade e com a colaboração de todos será conseguido. A direção tudo tem feito a seu alcance, o mais difícil era aquisição de um local para tal, sendo o mesmo conseguido, e num dos melhores locais da aldeia. No decorrer da assembleia foi louvado o esforço da direção por unanimidade, gesto bem merecido.

À hora marcada tudo estava preparado para iniciar a referida assembleia geral, presidida por Isidro Alves Marques, acompanhado dos restantes elementos da mesa, assim como o conselho fiscal presidido por Paulo Sousa, toda a direção e acentuado número de associados. Antes de dar inicio à ordem de trabalhos, foi como costume guardado um minuto de silêncio em memória de todos falecidos.

Iniciados os trabalhos pela ordem da convocatória, foi apresentada a atividade e contas, sendo de salientar o resultado financeiro do exercício do ano de 2017, apresentado com total rigor pela direção, de receitas, 38.406,82 euros, com despesas apenas de 4.282,77 euros, referente a quotas de associados, vários eventos realizados e donativos, os quais estão já prometidos e oportunamente serão divulgados. Com esta quantia angariada em 2017, o já existente, e uma campanha a iniciar de angariação de fundos e com importante ajuda das autarquias locais, a direção estima que em breve as obras já iniciadas serão concluídas, realizando-se assim mais um antigo sonho, tal como dizem na carta de apelo a donativos, com a célebre frase de Steve Jobs, “Cada sonho que se deixa para traz é um pedaço de futuro que deixa de existir”.

Dando continuidade á ordem de trabalhos, foi apresentado o Orçamento para o ano de 2018, assim como um dinâmico e ambicioso Plano de Atividades, com destaque para as obras iniciadas, documentos que depois de discutidos foram aprovados por unanimidade.

No último ponto, reservado a assuntos de interesse para a C.M.M.S. foram dadas várias opiniões, tudo decorrendo de boa forma, assim como um lanche ajantarado servido a todos.

É na realidade louvar o esforço desta direção, assim como das inúmeras do concelho que por carolice tem por fim criar as melhores condições possíveis na terra que os viu nascer, infelizmente por alguns, (felizmente poucos) mal compreendidos, criticando quem para eles trabalha sem nada pedir em troca para lhes criar melhores condições.

 Zé Manel

Casa do Concelho de Pampilhosa da Serra todos os direitos reservados

webmaster

Top Desktop version

Este Website usa Cookies ..... Ver Politica e Privacidade